Destruição causada pelas enchentes em Alagoas assume dantescas proporções. São José da Laje é agora uma cidade que as águas riscaram do mapa. É impossível calcular-se o número de pessoas que morreram..

Notícias da Enchente de 1969

 

A DESOLAÇÃO

“Encravada no sopé da Serra da Canastra, a cidadezinha de São José da Laje, com uma população de 30 mil habitantes,se apresenta dizimada e poderá desaparecer do mapa alagoano se persistir agora as chuvas …” ***** “ Católicos fervorosos, os habitantes de São José da Laje estavam festejando o padroeiro da cidade,e para isso haviam engalanado as ruas…” ***** “ O Prefeito Oscar Alves de Andrade, que decretou calamidade publica na cidade,disse que somente em 1945 se verificou uma enchente de tamanhas proporções na cidade.” JORNAL DO COMMERCIO, Recife, Domingo, 16/03/1969.

 

SEPULTADOS 89 EM SÃO JOSÉ DA LAJE

Diário da Noite – Ano 24 – Nº 63 – Recife, 2ª feira, 17/03/1969.

 

UMA FLECHADA NO CORAÇÃO

A antiga Igreja de São José não resistiu às fúrias das águas. A foto acima foi estampada na primeira página do JORNAL DO COMMERCIO – Recife – Domingo, 16 de março de 1969.

 

A ESPERA

Uma longa fila de flagelados esperava alimentos doados pelas autoridades às vítimas das enchentes em São José da Laje. – JORNAL DO COMMERCIO – Recife- Domingo,16 de março de 1969.

 

DRAMA

“O drama de São José da Laje é falta de água potável. Médicos e estudantes de medicina que estão socorrendo a população não têm água nem para esterilizar os seus instrumentos. Isso tem prejudicado até a tarefa de alimentar os desabrigados, porque todos os gêneros enviados necessitam de água potável para o seu preparo, assim como leite em pó e charque.” DIARIO DA NOITE – Ano 24 – Nº 63 – Recife, 2ª feira, 17/03/1969.

 

A FORÇA DAS ÁGUAS

“Airton Tenório Cavalcante, Juiz de Direito, estava desconsolado O rio levara todos os ses arquivos e documentos. Os corpos conhecidos , desconhecidos e irreconhecíveis eram enterrados sem distinção e sem controle. Não havia tempo para nada. Pelos escombros, as pessoas param e perguntam indiscriminadamente pelos parentes desaparecidos. > O senhor viu Toninho ? É um garoto de cabelo curto, barrigudinho, tem uma pinta no rosto < “. ***** ” Um velho se aproxima e impede que se tirem fotos de sua casa destruída. Havia perdido a filha e a memória. Carregava uma caixa na mão e falava coisas desconexas.” – Revista FATOS & FOTOS, 03 de abril de 1969.

 

GOVERNO ANUNCIA QUE 233 CADÁVERES FORAM ENCONTRADOS ATÉ AGORA – AINDA CHOVE EM TODO O VALE DO MUNDAU

“Na cidade de São José da Laje as buscas continuam intensas, em meio a uma fedentina insuportável. Tal fato alertou as autoridades sanitárias para uma possível epidemia,mas a vacinação em massa,a farta distribuição de antibióticos e outras medidas preventivas afastaram essa hipótese.Apenas ocorreu um caso de tifo.Cerca de 10 mil pessoas já foram vacinadas contra vários tipos de doença” – DIARIO DE PERNAMBUCO – Terça feira, 18/03/1969.

 

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here